skip to Main Content
ANTP Café Recebe O Prefeito De Goiânia

ANTP Café recebe o prefeito de Goiânia

A edição do projeto “ANTP Café” do mês de maio foi especial para os goianienses pela presença do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, na roda de bate-papo com gestores e especialistas. A iniciativa é da Associação Nacional de Transporte Público com o apoio da Frente Nacional de Prefeitos e do Fórum Nacional de Secretários de Trânsito e Transporte, e visa o debate sobre mobilidade urbana.

Com o envolvimento de gestores públicos e especialistas da área trânsito e de transporte urbano, o projeto ANTP Café quer, entre outros objetivos, manter um diálogo entre prefeitos de municípios com mais de 200 mil habitantes e, por meio dele, encontrar soluções aplicáveis e perenes para um atendimento melhor ao trânsito das cidades e ao transporte que sofre uma grave crise em todo o País. O encontro aconteceu na tarde de terça-feira (11) com a participação do prefeito de Belém (PA), Edmilson Rodrigues; do presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos, Domingos Sávio Afonso e do secretário de Mobilidade de Goiânia, Horácio Melo.

A roda de conversa com café

 O prefeito de Belém abriu o debate relatando as dificuldades enfrentadas pelo serviço de transporte público com a queda de demanda e, par e passo, a dificuldade de se manter um atendimento sustentável por parte das empresas de transporte com a tarifa sendo paga somente pelo usuário. Ressaltou que é preciso voltar a discutir sobre um modelo de mobilidade único para o Brasil, como o de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) que é exemplo para ações em outras áreas das cidades. “O SUS é um exemplo de gestão de interesse comum que deu certo e deve ser aplicado na área de transportes”, disse.

Seguindo a crise da cidade de Belém, o nosso sistema de Transporte Público Coletivo (TPC) também precisa de ajustes e com ações factíveis. Para isso, todo um estudo de viabilidade foi iniciado em janeiro desse ano após a posse do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz. Na live do ANTP Café, Cruz trouxe a intenção de mudança após relatar o desenho técnico da rede metropolitana que atende a capital e mais 17 municípios. “Não queremos prejudicar o usuário do transporte da região metropolitana, queremos debater soluções com as cidades da rede de atendimento e com o governo estadual para garantir a sustentabilidade do atendimento e com qualidade ao usuário”, disse.

Cruz ainda adiantou que estudos para esse novo atendimento estão em construção e que um fundo municipal de transporte será criado pela prefeitura para garantir a tarifa social. “Temos uma cidade vizinha a Goiânia que fica a 40 km e o usuário para vir a capital paga R$ 4,50 enquanto um morador de Goiânia usa o transporte por 4 km e paga o mesmo valor. Queremos que desequilíbrios sejam reajustados”, finaliza.

O secretário de Mobilidade de Goiânia, Horácio Melo, reforçou esse entendimento do prefeito garantindo que o fundo municipal está em estudo e terá como fonte de receitas o estacionamento rotativo e o transporte por aplicativo. “Nós estamos trabalhando, em conjunto com a CMTC, o trânsito e o transporte de Goiânia com foco no atendimento metropolitano, vamos corrigir distorções sem prejudicar o usuário de outras cidades”.

O presidente da CMTC, Domingos Sávio Afonso, lembrou que o sistema de transporte há tempo vem sofrendo com perdas de demandas, principalmente o passageiro lindeiro (o que   aguarda o ônibus no trajeto da linha) e que o TPC precisa ser trabalhado no campo de gestão e no campo político para atender a todos. “Somos favoráveis que o debate sobre a criação do Sistema Único de Mobilidade, o SUM, seja retomado pelos nossos parlamentares em Brasília para que ações e políticas públicas sejam realizadas visando o interesse comum e com aporte”, finalizou.

ANTP

A ANTP é uma entidade civil, sem fins lucrativos, criada em 1977, com mais de 40 anos de atividades voltadas ao setor de transporte público e do trânsito do Brasil e que tem por objetivo desenvolver e difundir conhecimentos visando o seu contínuo aprimoramento.

Bianca Benetti

Jornalista

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top