skip to Main Content
OVG Faz Distribuição De 7 Mil Máscaras N95 No Terminal Padre Pelágio

OVG faz distribuição de 7 mil máscaras N95 no Terminal Padre Pelágio

As ações sanitárias no sistema da Rede Metropolitana de Transportes Coletivos- RMTC- não param. Além do embarque prioritário iniciado hoje (23), estamos com orientação e fiscalização junto ao usuário com apoio da polícia; álcool em gel em 11 terminais com apoio da prefeitura de Goiânia e distribuição de máscaras de proteção como ação do governo do Estado. Na semana passada, a Organização das Voluntárias de Goiás fez a distribuição de 10 mil máscaras do tipo N95 aos passageiros que passaram pelo terminal Bandeiras. Amanhã (24) será a vez de atender demanda do Terminal Padre Pelágio, um dos maiores do Eixo Anhanguera.

A distribuição desse equipamento de proteção será feita por servidores da OVG em parceria com a CMTC para 7 mil usuários. Essa será a segunda ação prevista no cronograma da OVG em terminais, com início às 16 horas visando garantir a segurança no embarque de volta para a casa e conscientizar o passageiro sobre a importância de medidas de higiene e de proteção contra o coronavírus.

“Para nós da CMTC, órgão gestor do sistema, as iniciativas são importantes e valorizam o nosso passageiro, o trabalhador que está no ônibus logo nas primeiras horas da manhã e que espera maior segurança em seu deslocamento. Queremos também despertar conscientização sobre medidas de saúde pública e a participação dele como cidadão é fundamental no enfrentamento dessa pandemia”, analisa Murilo Ulhôa, presidente da CMTC.

A CMTC conta ainda com apoio policial na fiscalização e orientação para o embarque de pessoas sentadas pela Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar em 11 terminais da capital. Estamos com o embarque prioritário em operação via cadastramento feito pelo sistema de bilhetagem eletrônica com o objetivo de diluir demanda em horários de grande aglomeração. A ação é inédita no Brasil e em horários de pico (5h45 às 7h15 e 16h45 às 18h15) entram no sistema só os trabalhadores de categorias consideradas essenciais à cidade e que foram elencadas por decreto estadual de número 9.653. Nesse primeiro dia de ação tivemos redução de mais de 40% em horário de pico na parte da manhã.

Bianca Benetti
Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top